12 de junho de 2016

Tribalizando no Expresso Tribal

Ontem, no friozinho da capital paulista, foi dia de tribalizar. 

Só com muito amor a dança para tirar a roupinha que aquece e sublimar o frio esquentando o corpo ao som do ta-ka-ta. 
O Gala com a Trupe Pilares do Tribal (Maria, Amanda e Heli), Nanda, Mariana, Kelly e Fairuza.
Pilares do Tribal e Nanda N.



Kelly Orianah reuniu profissionais de estilos diferentes e proporcionou ao público uma bela visão de nossa diversidade. Bellydance, Gypsy, Tribal Fusion, Tribal Brasil e ATS(r) se alternaram em cena com muita energia, animação e sorrisos de que-bom-estar-aqui.

Rever velhos amigos, contemplar suas novas performances nos faz entender porque fazemos o que fazemos. Obviamente  não é pela remuneração e sim pela troca, pelo sorriso que se abre quando o olhar se conecta e a capacidade de sentar na plateia e admirar o que é belo, mesmo quando não produzido por você. Afinal, cada um tem seu momento de admirar e ser admirado, saber admirar é com toda certeza uma grande virtude.

Trupe Pilares do Tribal - representando as Deusas Incas
Não vi todas performances, estava as voltas em me arrumar e ajudar a Trupe Pilares do Tribal (sim, estreamos nosso projeto), mas tudo que consegui assistir me encantou. Rever a beleza cigana de Milagres Torres, ser sugada pela graciosidade do Tribal Brasil de Dayeah Khalil, ficar atônita com todo controle corporal seguido de muita suavidade de Mariana Quadros, sentir-se hipnotizada pela inspirada apresentação de Fairuza, voltar ao passado com a música e linda performance de Nanda Nayad, apaixonar no tema abordado por Kelly Orianah, visivelmente emocionada em cena e dividir o palco com minha parceira Heli Luiza (Gira Ballo Tribal) e Amanda Zayek (Brasilia-DF) que veio nos honrar com sua presença, formando um trio despretensioso com o fulcro de estrear o projeto da Trupe Pilares do Tribal que logo logo estará em cena com Kae Montgomery foi TESUDAL e como digo sempre atingiu as VEIAS DO PULSANTE.

Pilares do Tribal e mamis, Sandra Carvalho
A-do-rei cada minutinho daquele camarim fervendo de emoções!

Puxa vida... dançar é sempre um estado de graça e contemplação... :)

Lindo evento, que com toda certeza prestigiaremos ano que vem.



Parabéns Kelly pela organização e  gratidão pelo convite a fazermos parte do Expresso Tribal.
Lililililiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Os familiares das dançarinas :) apoio é tudo.


Opa, agradecer também nossos familiares que sempre nos acompanham faça frio faça calor, brigaduuuuuuuuu Sandra Carvalho (mamis linda) pela cia, Fernando que tá sempre com a Fai e o namorido da Amandinha que veio com ela de Brasília. É muito amor envolvido!

Xeros no pulsante.
Maria Badulaques
Postar um comentário