8 de junho de 2014

312 - JAMILA {vídeo}

312 por Natália Espinosa - SEMANA 01 (VÍDEO)
Sobre o Bal Anat - O grupo era composto por mulheres e homens, e as apresentações eram curtas e variadas: algumas pessoas dançavam com cobras, outras com espadas, outras sobre copos d'água, outras equilibrando objetos (ou bandejas cheias de objetos) na cabeça. 

Jamila queria que a audiência sentisse que estava assistindo algo realmente vindo do Oriente Médio, por isso era bastante cuidadosa com a questão do figurino. Com o passar do tempo, mais e mais dançarinas foram vistas cobertas de assuit e moedas e não com os trajes de dança do ventre (cabaret bellydance) conhecidos na época. 


A música era sempre ao vivo e, embora nem todos os instrumentos percussivos tivessem um som muito potente, o mizmar e do derbake sempre atraíam a multidão. 



Essa atmosfera ajudou o Bal Anat a estar em lugares que jamais admitiriam a presença de uma dançarina de cabaret bellydance. Apesar de Jamila não se opor ativamente a apresentações em cabarés e restaurantes (como Masha Archer fazia), seu grupo criou seu um nicho próprio, para onde muitas bailarinas que não conseguiam ou não queriam dançar nesses cabarés e restaurantes se direcionavam.


O vídeo a seguir mostra uma performance do Bal Anat em estúdio.
Postar um comentário