18 de agosto de 2015

HISTÓRIAS DE MARIA - DOMINGÃO DE MUITA DANÇA!

A foto coisada pro Pilares, yeah!!!

Workshop de Tribal Brasil com Kilma Farias, no espaço Vanna Tribal Bellydance (SP).

(by Maria Badulaques)

Eu sou uma entusiasta das danças populares brasileiras, na minha escala de emoção o Tribal Brasil alcança pulsação compatível a do Maracatu. Como pernambucana, muito embora sempre vivendo longe da minha terrinha, acredito que está nas veias do pulsante, então é ouvir e sentir uma corrente de energia subindo pelos calcanhares e tomando conta de tuuuuu-dooooo.

Adrede, acredito piamente numa tribal sem estrelismos, divas, mestras... e assim estava Kilma, desnudada de egos e vestida de muito dendê, pimenta e cuscuz (mola propulsora de todo nordestino). Óbvio que fui a Lua!!! Aliás fomos, circulando o olhar pela turminha o que se via era contentamento, alegria e muita força na peruca para suportar a "zumba" do Tribal Brasil, affff-mariiiiaaaa, arrre-éguaaaa, lascou.

Dali chiiiiiiiiiiiiiiiita

3 palavras descrevem Kilma, mas isso quem ouviu, ouviu!!! (foi perder o workshop, tá vendo) Porém, posso dizer que TE-SUUUU-DAL justifica e explica o fascínio que nós, do mundo tribal temos pela sua beleza cênica.

Beth, do Estúdio Fallahi marcando presença.

Cavalo-marinho, maracatu e muita fusão com ATS® me senti em casa, visse!!! E para dar liga, explicação bem fundamentada dos movimentos, história do Tribal Brasil, num sotaque brejeiro que me arrancou muito sorriso, eita saudadeeeeeee do "butar as coisas" (traduzindo: colocar) ...eu como nerd-tribal necessito dançar e entender o que danço, como, onde....quando, tudo isto estava presente na proposta de Mamma K (kkk se Carolena é Mamma C, nada mais natural que Kilma ser Mamma K).

Aldenira e Mamma K

 O espaço de Aldenira Nascimento está mega de parabéns pela empreitada, sentia muitaaaaaaaaaaaaaa falta de ter um contato com Mamma K, é como amar o ATS®
Bolinhooooo
 e nunca ter visto Carolena, fica sem sentido. Organização, calor humano, com direito a bolinho de aniversário para nossa instrutora e um lindo certificado de conclusão (opa, vai pra parede da fama). Lilililili, que venham outros tantos eventos como este.

Matéria completa no Resenhando - Aerith Tribal Fusion (com comentários dos envolvidos e do sábado com muito Dark e Fusion, yeaaaaaaaaaaaaaaaaaaah)

Vestidas na chita de Aldenira
As ararinhas!

Super xeros no pulsante, visse

 

 





Postar um comentário