12 de março de 2015

33 - CAROLENA NERICCIO

33 por Carine Würch - SEMANA 41

Carolena dançou com Masha Archer por 07 anos, e sua primeira intenção dentro da dança não era para se apresentar, ela apenas queria ter aulas de dança. Queria poder ir e vir livremente dentro da sua vontade.

Em um determinado momento, durante a semana de aulas Masha disse: neste final de semana teremos apresentação. E Carolena responde: "Não, obrigada". Logo viu que Masha não estava perguntando, ela estava dizendo que elas teriam apresentação no final de semana.

E assim começou sua carreira artística. Ela explica que em São Francisco a socialização durante as apresentações eram grandes, e desta maneira ela conseguiu ir aos poucos perdendo a timidez. 

Depois destes 07 anos, o grupo se dissolveu, por Masha ser uma artista em sua essência, que naquele momento estava trazendo sua arte como bailarina, mas se mostra de muitas outras formas.

Carolena, por sua vez, não conhecia nenhum outro tipo de Dança do Ventre, nunca tinha tido contato com nada além do que Masha ensinava, e ela gostava tanto daquele método que também não estava muito interessada em estudar outros estilos depois que o grupo se dissolveu.

Por um tempo ficaram sem rumo, até que uma colega de grupo sugeriu que se encontrassem para ensaiar juntas, e depois uma outra também se juntou ao grupo. Pouco tempo depois alguém sugeriu que ela começasse a dar aulas.

Com um amigo, fez alguns flyers, e distribuiu aleatoriamente.

Primeiro vieram algumas, depois de alguns dias vieram mais e mais pessoas. Carolena acredita que tantas pessoas se interessar por suas aulas por elas estar fora do senso comum, do mainstream. O público que se interessou por suas aulas e por seu estilo foi um público que também fugia do que todo mundo estava fazendo na época.

Com o tempo, ela novamente estava interessada em somente dar aulas, mas seu grupo começou a ser convidado a se apresentar em lugares não convencionais, como convenções de tatuagens, etc. Com isto o grupo precisava de um nome.

Conversando com um amigo que é palhaço, sobre como era ingênua quando começou a dançar ainda adolescente, pois as pessoas perguntavam o que ela fazia, e ela dizia: dança do ventre! E logo todo mundo já fica com aquele jeito, e aqueles olhares, e ela disse, "pouca chance" (fat chance) de alguém conseguir algo comigo. E ele disse: FatChance BellyDance. E assim surgiu o nome do grupo. Pois é divertido e sempre atual.

Carolena sempre foi fascinada por tecidos folclóricos, bijuterias de todas as partes do mundo, e tem uma grande coleção deles. Ela tem muito prazer em costurar e tenta se dedicar pelo menos um pouquinho todos os dias em casa, ou no espaço que tem na escola.

Perguntada se de alguma forma ela tivesse que escolher outro estilo de dança, qual ela escolheria? 

Carolena afirma que escolheria Flamenco ou dança Clássica Indiana pois as duas tem umas tradição que você pode conhecer e seguir.
Postar um comentário