12 de fevereiro de 2015

61 - MASHA ARCHER

61 por Maria Carvalho - SEMANA 37

Masha e o legado de respeito.

Aprendemos, ou deveríamos, desde a tenra infância o respeito seja aos semelhantes, aos animais e a tudo que há neste mundo.

Certo?

Em termos, o fórum está abarrotado de processos provando o contrário, o ser humano tende a não repetir com seus semelhantes aquilo que gostaria de ver sendo praticado consigo. 

O ATS não é somente uma dança, um entretenimento, é algo que se aproxima a uma escolha de vida, o conceito de TRIBO nos leva a algo além de combinações de passos. 

Falamos de expectativas comportamentais, moral, ética, respeito.

Em uma das entrevistas que li sobre Masha havia enfase no respeito a Jamila e este mesmo comportamento se observa entre Miss Archer e Carolena quando o "cetro do poder" passou de uma mão a outra. 

Escolher o ATS é como estar aceitando este legado, de humildade, dedicação e amor a dança como arte e não como mero entretenimento. 

Anos se passaram desde que Masha deixou a prática de sala de aula, mas o respeito e gratidão as novas tribalistas permanece inalterado, como comentamos nos vídeos sobre o HomeComing com a Sister Studio Nati Espinosa.

Antes de se aventurar em choo choos, arabic, snujs indico uma conversa sobre ética na dança para que sua porta de entrada no ATS seja coroada com a força de nossas antecessoras 

Lilililili - xeros e vamo que vamo.
Postar um comentário