19 de agosto de 2014

240 - MISH MISH

240 por Carine Würch - SEMANA 12

Kamala: quando você começou a dança do ventre, e que foi sua professora (professoras)? 

Mish Mish: A primeira vez que vi uma trupe de dança do ventre foi em 1971 na Northern California Renaissance Pleasure Faire. Por ter uma estatura baixa, eu fiz o meu caminho até a frente do palco, no momento exato em que uma dançarina fez um giro incrível com uma espada sobre a cabeça e ao girar, empunhou a espada e terminou com um cambret, ao mesmo tempo que cravou a espada no palco, ao som da última batida da música, bem na frente de onde eu estava! Mais tarde eu descobri o nome da dançarina era Rhea, que na época estava na trupe "Bal Anat". Decidi ali mesmo, eu queria aprender esta forma de arte incrível. Comecei a estudar com Jamila Salimpour na primavera seguinte, em 1972. 

Eu aprendi muito rápido e me tornei a dançarina principal da Renaissance Faire, no final daquele ano. Aquele ano foi muito divertido! Além de dançar na Renaissance Faire, eu comecei a dançar no Casbah na Broadway, em Sao Francisco. 

Foram Fadil Shahin, dono da Casbah, e Jamila, que inventaram o nome Mish Mish, que significa, pequeno damasco doce e suculento. Hah! Ou, como já foi dito, era como diz o ditado americano "como tomate quente". Frutas, legumes ... que seja!!! Eu gostei, se encaixa, e é fica na mente. Eu gostaria de dizer que eu sou a original e não devo ser comparada com a outra dançarina em Seattle. Depois que me casei eu adicionei o sobrenome El-Atrash, para distinguir entre as duas. Eu sinto os bailarinos devem escolher seus nomes com mais cuidado e verificar se ele não está sendo usado por outro.

Eu dou crédito e graças a Jamila Salimpour pelo meu treinamento formal na arte da Dança do Ventre, eu também estudei um pouco com Samia Nasser

Estudei diversas danças: Tap, Ballet, Flamenco, havaiano, Tahitian, polinésia, e eu amava especialmente dos Balcãs e Folclore Internacional. Alguns dos grupos que eu trabalhei e e me apresentei são: Bal AnatPitu Guli ou mais tarde chamado BabaganoushAvaz com Tony Shay como diretor, e ajudou a formar o Gypsy Moor Dancers, que mais tarde seria conhecido como Hahbi Ru.

Kamala: O que você lembra sobre a cena noturna de Los Angeles árabe a partir do final dos anos 70 ao início dos anos 80? Quais os clubes que você trabalhou em? 

Mish Mish: Trabalhei em tantos clubes em LA! Eu fique lá por seis anos.  Clubes árabe: A Fez, Ali Baba, Khyam, Abu Nawas  |Persa: Dalila, Caberet Teerã, Colbeh, Sahara |Grego: Vila grega, Atenas Jardins


Postar um comentário