6 de agosto de 2014

253 - AIDA AL ADAWI

253 por Carine Würch - SEMANA 10

Pensando no enorme legado que Jamila Salimpour perpetuou dentro da Dança do Ventre nos Estados Unidos, e que se espalhou mundialmente, achamos propício falar também das principais alunas e alunos que estiveram com ela. Por este motivo, nos dedicaremos a falar sobre seu grupo de alunos e integrantes do Bal Anat, e sua contribuição para a Dança do Ventre e Dança Tribal atual.


AIDA AL ADAWI - conta um pouco sobre sua filosofia:

Como professora, minha paixão é fazer, até mesmo os movimentos mais desafiadores, simples. 
Ensinando há mais de 40 anos, tenho desenvolvido o meu método famoso DUH: 
- Faça todos os movimentos com a mesma precisão e dance porque você ama isto! 
- Compreender a música, cultura e como produzir cada tipo de técnica ;
- Tenha a coragem de saborear o processo e ao mesmo tempo, aperfeiçoar suas próprias habilidades pessoais;
- Honra a teu corpo e da integridade desta forma de arte.

Devery movement with the same precision and Dance because you love it.
Understand the music, culture and how to produce each kind of technique.
Have the courage to savor the process and while perfecting your own personal skills Honor your body & the integrity of this art form.

Você pode aprender por diversão e exercício. Trazer isto para um nível mais elevado, exige paciência, determinação, direção e força.

Eu sou originalmente de Sao Francisco, onde estudei com Jamila Salimpour, a Mãe de Dança Oriental, nos Estados Unidos. Ela criou o formato, incluindo os padrões de címbalos (snujs) e nomes dos passos que são usados ​​internacionalmente hoje.

Bal Anat foi a primeira Trupe de Dança do Oriente Médio nos EUA, e foi o início do que hoje é chamado o estilo "tribal".

Na verdade toda a dança do ventre, como outras formas de dança, consiste em muitos níveis da técnica que são usados ​​para criar uma imagem tridimensional da música.
*** Tradução livre por Carine Würch ***

Postar um comentário