25 de setembro de 2014

203 - NAKISH

203 por Maria Carvalho - SEMANA 17
 
Nakish e o respeito.

Tudo casando nos posts dessa semana, falamos na segunda sobre a polêmica sensualidade da dança que se não for bem trabalhada nos transforma num objeto de consumo. Pois bem, lendo e pesquisando sobre essa linda e exótica mulher, observo sua atenção, peculiar, ao respeito próprio e a imposição deste conceito à terceiros.

A intenção de Nakish, me parece, que no esteio do que já lemos de Miss J era a propagação da dança, da técnica e não do culto a sensualidade e as formas, o que não significa dizer que devemos relaxar conosco, afinal nosso corpo, nosso templo.

Certa feita foi convidada a dançar em boates no Japão, mas antes de ser tomada pela euforia se preocupou em ir, conhecer e ver se o local e a proposta se adequavam a suas convicções, quando observou que a casa (boate) não se curvaria a suas orientações, simplesmente desistiu em ir e expor os alunos. Isso se chama RESPEITO.

Nesse mundo de meu Deus já vi cada coisa acontecendo... a visão do inferno, saravá!





"Eu realmente não me interessava pela cena dos clubes noturnos, não gosto disso. Gosto de fazer feiras." Nakish

Vamo que vamo.
Xeros
Postar um comentário