19 de setembro de 2014

209 - SUHAILA SALIMPOUR

209 por Maria Carvalho - SEMANA 16

O que Suhaila fez para dança do ventre foi levar o conceito geral de isolamentos e breaks, e aplicá-los a todos os movimentos de dança do ventre (não apenas alguns), com uma abordagem orientalizada. 

No final de 1970, Suhaila acrescentou muitos isolamentos ao formato de sua mãe, incluídas no  Danse Orientale Manual, publicado em 1978. Ela ensinou, identificando os músculos específicos que eram a principal força por trás de cada movimento. Pela primeira vez, dançarinas do ventre, estavam sendo ensinadas a se mover de dentro para fora, movendo seus músculos. Seu método também forneceu um meio para ensinar e treinar camadas dos músculos. O método de Suhaila deu aos alunos uma maior capacidade de movimento, expressão e individualidade. Agora, todos os dançarinos podem aprender todas as possibilidades de isolamento e todas as opções de movimentos específicos dos músculos, tento disciplina e treinamento regular.

Jamila é chamada a mãe da dança do ventre tribal americana, por causa da influência significativa de sua técnica, aplicada à sua trupe Bal Anat

Igualmente importantes são as influências de Suhaila na fusão tribal.

Suhaila foi a primeira a trazer os breaks, isolamentos, e camadas que são agora elementos comuns do tribal fusion, e de muitas estilizações da dança do ventre hoje.

Até o momento, Suhaila terminou o ensino médio em 1985.

Suhaila delineou seu formato, principalmente enquanto estava ensinando e desenvolvendo-o, por quase dez anos. Ela passou a década seguinte dançando em casas noturnas (prestigiado Byblos em Los Angeles e no Oriente Médio). Durante esse tempo, ela colocou tanto seu próprio formato em teste, quanto o de sua mãe, continuando a aperfeiçoar e desenvolver os mesmos. 

Depois de se aposentar de sua carreira na noite, Suhaila começou, e continua até hoje, a ensinar, coreografar, em tempo integral, além de suas performances de teatro (individuais e coletivas). Em 1996, criou a Companhia de Dança Suhaila. Em 1999, Suhaila lançou o programa de certificação Suhaila e assumiu a direção do Bal Anat. Em 2009, ela lançou o programa de certificação Jamila Salimpour.

Formato de Suhaila não existiria sem Jamila!  O formato de Jamila é a história da dança do ventre, dando um esboço das famílias dos passos básicos, com estilização egípcia clássica. Apesar de uma formatação completa e sólida em seu próprio formato, o de Jamila foi ampliado e enriquecido com a introdução de elementos de Suhaila. Então, como ela ensinou o formato de sua mãe, Suhaila queria opções de expandir para além dos passos básicos e estilização. Ela criou seu próprio formato, que englobava as famílias recompostas de sua mãe, mas permitiu opções ilimitadas, camadas e estilizações. Tanto o formato de Jamila, quanto o de Suhaila, transformaram como a dança do ventre é analisado e ensinado até hoje.


Fonte:
Postar um comentário