28 de outubro de 2014

170 - ANNE LIPPE

 170 por Maria Carvalho - SEMANA 22

"O que nos intriga sobre a dança do Oriente Médio? 

Qual o motivo de abraçá-la assim de todo o coração? 

Auto-expressão, aventura, romance, viagens - é uma vida e um estilo de vida bastante em desacordo com a sociedade ocidental contemporânea. 

No entanto, a sociedade ocidental também é curiosa sobre a dança do Oriente Médio." (Stasha Vlasuk)



Anne estabeleceu um desempenho de sucesso e carreira docente em seu estado natal da Flórida. Ela reconheceu uma oportunidade ao encontrar com Mahmoud Reda , quando ele veio para Nova York para ensinar, e estudou com ele.

"Foi na primavera de 1978, eu acho. Eu estava vivendo em Tampa (Florida), e eu lhe perguntei: "Como seria possível ter mais aulas com você?

Mahmoud respondeu: "Oh! vir ao Cairo no verão; Estamos sempre lá! '"
Então, Anne foi para o Egito em agosto, hospedando-se no hotel que ele tinha recomendado: O Atlas Hotel - aproximadamente no centro da cidad,  perto de Khan el Khalili. No entanto, quando ela chegou e foi para o Balloon Theatre, o Sr. Reda não estava lá! Pessoas no teatro disseram: "Oh, não! Eles estão em Alex (Alexandria); eles sempre vão para Alex para o verão!"

Destemida, Anne foi para Alexandria e o encontrou. No entanto, ele disse a ela que voltasse ao Cairo, onde se encontrava a trupe (The Reda Troupe). Recusando-se a aguardar, Anne ficou em Alexandria, assistiu seu show folclórico várias vezes, em seguida, voltou para o Cairo com ele no ônibus. "Ele meio que me adotou; foi muito bom! ", disse ela.

Observando essas histórias de vida, de todas nossas pilares, algo em comum pula aos olhos: DETERMINAÇÃO!!!
Mantra da semana, eleja seu sonho ao patamar de realidade e persiga-o
Postar um comentário