8 de novembro de 2014

159 - GALYA

159 por Carine Würch - SEMANA 23




Apesar de Galya ter sido umas das dançarinas mais expoentes na trupe de Jamila, e ser mencionada inúmeras vezes por seus colegas e admiradores, não há quase nada de material escrito por ela, ou sobre ela, a não ser as menções nos textos dos outros membros da trupe, Bal Anat, ou que dançaram com elas nos clubes de North Beach.

Seguimos então com estes relatos, para manter viva a história desta bailarina que foi ícone, apesar de não haver nada oficial na internet. :)







"Havia algumas meninas de Jamila que, mais cedo ou mais tarde trabalharam no Bagdad também. Havia outras duas meninas da minha turma que também trabalharam lá por um tempo, uma delas não suportou o clima dos clubes, a outra estava sempre com respostas prontas e falando palavrões, então ela não durou muito tempo. Galya trabalhou no Bagdad por um bom tempo. Ela era da classe antes da minha, e ela era uma dançarina magnífica - dançarina de verdade, realmente, mas era bastante fria no palco e não se relacionava bem com o público, mas que certamente admirava sua técnica. A vida pessoal de Galya não era muito boa - entre outras coisas, ela teve uma filha com um monte de problemas. Ela eventualmente parou de dançar, voltou a estudar, e obteve sua licença de enfermeira. Conheci Rhea quando ela começou a dançar no Bagdad, e imediatamente reconheci uma alma gêmea. Temos permanecido boas amigas desde então - o tipo que o espaço e o tempo passando, não fazem diferença - a amizade continua, quando vemos uma a outra, é como se não tivesse havido nenhuma separação." (Aziza!)


Fonte:
** Tradução livre - Carine Würch **
Postar um comentário